13 de dezembro de 2017, Quarta-feira
 
 
Rua Curupaitis, 2051 - Portão - CEP 80330-030
Curitiba - PR   Fone/Fax: (41) 3229-4022
PÁGINA INICIAL
EMPRESA
EQUIPE
SERVIÇOS
CLIENTES
INFORMATIVO
LINKS
CONTATO
LOCALIZAÇÃO
PARCEIROS
MAP A DO SITE
 
INFORMATIVO
Disponibilizamos aqui algumas notícias, artigos e informações em geral para auxiliar no exclarecimento dos assuntos relacionados aos nossos serviços.
 
 
Recrutamento interno - frequência e sucesso
Alguém resolve promover vários funcionários para outras funções e pronto. Não é bem assim
Luciano Muchiotti

Imagino que tenha colocado em prática todas as suas idéias de recrutamento interno. Que bom. Como uma das ferramentas do setor de RH, esse processo é bastante importante para a empresa e para os funcionários, mas é preciso ter calma. Como fez o planejamento para esse processo? Não planejou?

Então atenção. Muitas vezes ocorre que de repente alguém resolve promover vários funcionários para outras funções e pronto. Não é bem assim.

Mudar de cargo e/ou função remete o funcionário a dimensão da recompensa, ou seja, que em breve terá aumento. Sabemos que nem sempre ocorre dessa forma, afinal, alguns podem não se adaptar as novas atividades. Por exemplo, no setor sucroalcooleiro a mão-de-obra qualificada está se tornando escassa, por isso é importante ter cautela. Que bom se conseguiu promover 10 funcionários para 10 novas vagas. O processo de recrutamento interno proporciona mesmo situações como essa e muito mais. Estou me referindo apenas a 10 pessoas em um amplo processo que envolve vários setores. Responsáveis de setores ficam satisfeitos, pois percebem que estão proporcionando crescimento aos seus funcionários, outros podem não gostar de “perder” um bom funcionário e ter de capacitar outro. Vejam que a maneira de pensar e sentir dos supervisores e líderes pode representar barreiras. Primeiro precisam entender que o funcionário não pertence a eles, que não tem a posse destes. Segundo, impedindo-os de terem essa oportunidade pode despertar um sentimento negativo.

Desmotivação e mágoa são alguns dos reflexos dessa ação. Percebam que é apenas uma pequena parte desse grande quebra-cabeça que é o processo de recrutamento interno.

A empresa não terá sucesso em seu processo de recrutamento interno se não tiver a colaboração dos seus líderes e supervisores. Nesse caso, às vezes a quantidade não é interessante. Se estiver iniciando procure manter o foco na qualidade e aos poucos chegar à quantidade. Não se esqueça que para realizar esse processo você precisa capacitar os colaboradores, isso envolve o incentivo à conclusão dos estudos, realização de cursos profissionalizantes, técnicos e superiores.

   Fonte: Revista Incorporativa
 
23.415
acessos individuais
Copyright © 2008 - LF Organização Contábil Ltda
Desenvolvido por: MDR Sistemas - projetos web sob medida